terça-feira, 9 de junho de 2009

JOÃOZINHO, O PRÉ-ADOLESCENTE

É assim que se faz. Cospe na mão, já em forma de concha. No teu caso, que é canhoto, com a esquerda. Bem rápido. Não demora muito. Com o tempo, engrossa e cresce mais; caso contrário, devolvo o time de botão, mas tem que ter paciência. E não faz toda hora, senão fica amarelo e a mãe pode desconfiar.

Pro inferno a recomendação. Melhor ficar amarelo do que verde de fome. Toda vez é a mesma coisa. Ela chega e pede pra eu mostrar. Depois de conferir, faz aquele beicinho e me joga o balde de água fria. Ainda não, tem que crescer mais!

6 comentários:

Cesar Cruz disse...

Ahahaha! Excelente! Curta e grossa (ou seria fino?).

abç
Cesar

J.L. Rocha do Nascimento disse...

Cesar Cruz, que atire a primeira pedra aquele que nunca passou por isso. A primeira a gente nunca esquece, hehehehe...

Forte abraço,
JL

Anônimo disse...

Esse Cesar Cruz, hein.........

Anônimo disse...

maldoso...

Anônimo disse...

Digamos que subtancialmente maldoso este seu "conto".

Zazá disse...

Olha a saliência!
Hehehe!